Substituindo os servidores DNS do resolver no Linux

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #12767
    Luis FatorBinario
    Luis FatorBinario
    Administrador

    Procedimento para substituir os servidores DNS do resolver do Linux, arquivo /etc/resolv.conf. A distro que eu uso é o Linux Debian mas o passo a passo deverá ser parecido para Ubuntu e outras distribuições.

    Este fix deve ser aplicado nos casos em que você tenha lentidão no painel administrativo do WordPress, ou na tela inicial do ISPConfig ou ainda quando acessa o SSH/SFTP do servidor e demora muito para abrir. Por exemplo, recentemente a Digital Ocean fez uma manutenção na rede e alguns servidores que usam o RESOLVER apontando para os DNS do Google tiveram o problema de lentidão.

    Verifique no seu sistema qual o RESOLVER atual com o comando:

    > cat /etc/resolv.conf

    É muito provável que esteja assim:

    # Dynamic resolv.conf(5) file for glibc resolver(3) generated by resolvconf(8)
    # DO NOT EDIT THIS FILE BY HAND — YOUR CHANGES WILL BE OVERWRITTEN
    nameserver 8.8.8.8
    nameserver 8.8.4.4

     

    Os dois nameservers no arquivo apontam para os DNS do Google, que na maioria das vezes é a melhor opção.

    *Note a observação no arquivo dizendo que ele não deve ser modificado diretamente, pois quando o server reiniciar a nova configuração será sobrescrita.

    **Note também que em vários fóruns há postagens dizendo para modificar este arquivo e protegê-lo contra gravação, isso é uma prática bem errada além de irresponsável.

     

    Se você tiver algum dos problemas apresentados e quiser trocar os DNS então siga os passos abaixo. Usarei no exemplo o apontamento para os DNS da OpenDNS mas pode-se optar pela OpenNIC ou qualquer outro de sua preferência:

    Edite o arquivo /etc/network/interfaces. Note a última linha da interface principal, deverá estar assim:

    dns-nameservers 8.8.8.8 8.8.4.4

    Substitua os dois IPs do Google pelos da OpenDNS, separados por espaço:

    dns-nameservers 208.67.222.222 208.67.220.220

    Salve o arquivo e reinicie a rede:

    /etc/init.d/networking restart

    Verifique novamente o resolv.conf e note a mudança:

    > cat /etc/resolv.conf

     

    Se não houver erros, e se quiser, poderá ainda reiniciar o servidor com o comando:

    > shutdown -r now

    Desta maneira quando rebootar o servidor os DNS não serão sobrescritos.

     

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.