Arquivo da tag: hacker

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Configurações Adicionais

Após a instalação e configuração do servidor e dos sites existem algumas tarefas diárias que devemos executar para monitorar os arquivos e os serviços.

Neste artigo adicional aprenda como direcionar os emails do root para uma conta válida pois não é possível fazer acesso POP na conta do root. E veremos ainda como criar alguns scripts que ajudam na administração.

Segurança: Scripts e Configurações Adicionais Redirecione os emails do root para outra conta

Isso é importante pois alguns emails administrativos do servidor são enviados somente para o superusuário root na máquina local. Por exemplo: se alguém cadastrar um segundo usuário admin no ISPConfig um email será enviado ao root.

1a ⇒ Acesse o terminal SSH como root

1b ⇒ Edite o arquivo /root/.forward (para visualizar arquivos com um ponto no início “arquivos ocultos” digite o comando ls -al). Adicione a seguinte linha:

* Substitua o email abaixo por outro válido e que exista

usuario@seudominio.com

1c ⇒ Método Alternativo: Caso o primeiro método não seja possível ou não funcione em seu sistema use esta segunda opção. Edite o arquivo /etc/aliases e no final adicione uma nova linha (DICA: direcione para outra conta interna no próprio servidor como a contato de algum site, caso o SMTP esteja bloqueado por algum motivo mesmo assim você poderá recuperar os emails via POP):

root: seu_email@seudominio.com

Após salvar o arquivo digite o comando:

newaliases

Script para monitorar alteração nos arquivos dos sites

Alguns leitores reportaram recentemente que tiveram os sites hackeados, não pelo motivo de terem invadido o servidor mas somente um site isolado (via code injection ou senha fraca cadastrada para o site). Após analisar os ataques nota-se que o invasor instala arquivos adicionais que enviam spam ou atacam outros sites a partir do VPS.

Veja abaixo como criar um script simples de monitoramento, muito útil para detectar infecções por malware e outras pragas.

2a ⇒ Crie um arquivo de script no diretório /root mudando as permissões para que somente o root consiga alterar e executar:

touch /root/site-monitor

chmod 700 /root/site-monitor

2b ⇒ Edite o arquivo e cole o seguinte conteúdo, substituindo os textos em vermelho por informações do seu servidor e pelos seus emails:

* Note que configurei o comando find para encontrar arquivos modificados nos últimos 60 minutos pois criaremos uma tarefa agendada para executar a cada hora

* Se nenhuma alteração for encontrada o email não será enviado

* Cole os comandos abaixo no arquivo de script sem alterar espaçamentos ou formatação, isso é importante pois usaremos um bloco de código here docs na configuração

* O site fatorbinario.com abaixo representado está em um caminho definido por padrão em instalações com ISPConfig. Para outros CPs ou sistemas veja qual o caminho definido para o site. (Pode-se ainda usar coringas de shell)

#!/bin/bash
# Monitora o site e verifica os arquivos alterados na ultima hora

SITEMONRESULTS=$(find /var/www/fatorbinario.com/web
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Firewall

Um servidor sem Firewall é como aguardar por um desastre anunciado, você sabe que vai acontecer e, como administrador de sistemas, tem que tomar providências para minimizar os estragos.

Durante algumas semanas deixei o meu site num servidor que a gente chama “honey pot“. Esse tipo de servidor é usado para, propositalmente, receber ataques e fazer log de tudo direcionando-os para determinados arquivos do sistema. Com essa técnica consegue-se filtrar e catalogar os tipos mais comuns de ataques, e as análises extraídas servem de base para melhorar as defesas do sistema.

Neste artigo Vamos acionar o Firewall do ISPConfig (Bastille Firewall), reconfigurar o Fail2Ban melhorando a detecção, ajustar o JailKit, acertar o NginX para mitigar ataques DDoS e, opcionalmente, instalar o Logwatch e desativar o modo recursivo do BIND.

Configurando o Firewall do Sistema

* Acesse o terminal SSH como superusuário root para executar os comando de instalação e configuração.

Acionando o Firewall do ISPConfig

No artigo anterior deste tutorial mostrei como adicionar as portas para o modo passivo do FTP ao firewall do ISPConfig, se você pulou aquele passo ou não prestou atenção, proceda da seguinte maneira:

Acesse: ISPConfig → Sistema → Firewall

Clique no botão “Adicionar Registro de Firewall” e confirme a tela que abrirá (se já havia adicionado o Firewall simplesmente abra a configuração existente), em seguida clique na linha de configuração e na caixa de “Portas TCP abertas” adicione “40110:40210” (portas para o FTP passivo) desta maneira:

20,21,22,25,53,80,110,143,443,587,993,995,3306,8080,8081,10000,40110:40210

* Pode-se parar o firewall do ISPConfig pelo console a qualquer momento digitando: /etc/init.d/bastille-firewall stop (isso pode ser útil caso queira testar se algum serviço externo não está conseguindo acessar o servidor por causa de alguma restrição de porta)

Reconfigurando o Fail2Ban e melhorando a detecção de ataques

Fail2Ban é a ferramenta responsável por detectar ataques ao servidor e automaticamente aplicar regras de ban. Alguns serviços básicos já estão configurados, mas vamos adicionar outros para minimizar riscos.

* Antes de adicionar os filtros abaixo ao Postfix, verifique se você tem um nome de servidor FQDN configurado, isso é muito importante para o correto funcionamento. Para uma melhor explicação veja o passo “Antes de começar” neste link.

2a ⇒ Edite o arquivo /etc/postfix/main.cf e altere/adicione as linhas abaixo:

#Próximo à Linha 57: Substitua a instrução "smtpd_recipient_restrictions" por esta abaixo (note que é uma linha única. e note também
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!