Arquivo da tag: email

Como instalar o Mautic: Ferramenta de Automação de Marketing Open Source

Mautic é uma poderosa ferramenta de Automação de Marketing usada para monitorar e gerenciar campanhas. Ela permite monitorar sites, criar Landing Pages e enviar emails a partir do próprio servidor ou através de uma conexão SMTP customizada além de muitas outras funcionalidades. E o melhor de tudo é que o Mautic é Open Source.

Neste tutorial mostrarei como instalar e fazer a configuração básica inicial em um servidor Linux Debian com ISPConfig e NginX, o mesmo de nossos tutoriais. *Mas caso o seu sistema ou painel de controle seja diferente os passos abaixo podem ser facilmente adaptados.

Para uma melhor experiência crie uma conta para o SMTP relay externo na SparkPost que usaremos na configuração do Mautic. SparkPost permite o envio de até 100 mil emails por mês (número atual), e pode ser usado para campanhas ou emails transacionais.

Mautic: Powerful Marketing Automation

* Este tutorial foi testado em nosso servidor Debian 8 Jessie com ISPConfig 3 e NginX, clique aqui e veja como instalar.

Instalação

Crie um espaço de site no ISPConfig: Você pode usar um nome de domínio ou subdomínio, mas a minha dica é a de usar um subdomínio pois ficará mais profissional quando fazer chamadas de API ou acessar o painel.

Exemplo: inbound.fatorbinario.com (substitua pelo seu domínio e lembre-se de que é necessário criar essa entrada na tabela DNS do domínio, e caso esteja usando a CloudFlare desative a nuvem para essa entrada).

Adicione as diretivas NginX abaixo para o Mautic na aba “opções” do site no ISPConfig:

# Desativa os logs de acesso para melhor performance
access_log off;
log_not_found off;

#######################################
#### Start Mautic Specific config #####
#######################################

charset utf-8;

# redirect index.php to root
rewrite ^/index.php/(.*) /$1 permanent;

# redirect some entire folders
rewrite ^/(vendor|translations|build)/.* /index.php break;

# Diretiva principal para o Mautic
location / {
   try_files $uri /index.php$is_args$args;
}

location ~ /app/bundles/.*/Assets/ {
   allow all;
   access_log off;
}

location ~ /(addons|plugins)/.*/Assets/ {
   allow all;
   access_log off;
}

#ATENÇÂO: Para os plugins aparecerem no painel não use as diretivas abaixo
# Deny everything else in /app folder except Assets folder in bundles
location ~ /app/ { deny all; }

# Deny everything else in /addons or /plugins folder except Assets folder in bundles
location ~ /(addons|plugins)/ { deny all; }

# Deny all php files in themes folder
location ~* ^/themes/(.*)\.php {
   deny all;
}

# Deny yml, twig, markdown, init file access
location ~* /(.*)\.(?:markdown|md|twig|yaml|yml|ht|htaccess|ini)$ {
   deny all;
   access_log off;
   log_not_found off;
}

# Deny all attempts to access hidden files/folders such as .htaccess, .htpasswd, .DS_Store (Mac), etc...
location ~ /\. {
   deny all;
   access_log off;
   log_not_found off;
}

# Deny all grunt, composer files
location ~* (Gruntfile|package|composer)\.(js|json)$ {
   deny all;
   access_log off;
   log_not_found off;
}

#######################################
#### End Mautic Specific config #######
#######################################

continuar lendo..

Gerenciamento de Servidores Cloud com atendimento e consultoria em português. Planos mensais com os melhores preços do mercado.
Envie um email para [email protected] e saiba mais!

*Regarding english support please contact me by email or post a comment using the Disqus system. I do offer monthly support and custom server deploy. Now accepting Paypal and Bitcoin!

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Configurações Adicionais

Após a instalação e configuração do servidor e dos sites existem algumas tarefas diárias que devemos executar para monitorar os arquivos e os serviços.

Neste artigo adicional aprenda como direcionar os emails do root para uma conta válida pois não é possível fazer acesso POP na conta do root. E veremos ainda como criar alguns scripts que ajudam na administração.

Segurança: Scripts e Configurações Adicionais Redirecione os emails do root para outra conta

Isso é importante pois alguns emails administrativos do servidor são enviados somente para o superusuário root na máquina local. Por exemplo: se alguém cadastrar um segundo usuário admin no ISPConfig um email será enviado ao root.

1a ⇒ Acesse o terminal SSH como root

1b ⇒ Edite o arquivo /root/.forward (para visualizar arquivos com um ponto no início “arquivos ocultos” digite o comando ls -al). Adicione a seguinte linha:

* Substitua o email abaixo por outro válido e que exista

[email protected]

1c ⇒ Método Alternativo: Caso o primeiro método não seja possível ou não funcione em seu sistema use esta segunda opção. Edite o arquivo /etc/aliases e no final adicione uma nova linha (DICA: direcione para outra conta interna no próprio servidor como a contato de algum site, caso o SMTP esteja bloqueado por algum motivo mesmo assim você poderá recuperar os emails via POP):

root: [email protected]

Após salvar o arquivo digite o comando:

newaliases

Script para monitorar alteração nos arquivos dos sites

Alguns leitores reportaram recentemente que tiveram os sites hackeados, não pelo motivo de terem invadido o servidor mas somente um site isolado (via code injection ou senha fraca cadastrada para o site). Após analisar os ataques nota-se que o invasor instala arquivos adicionais que enviam spam ou atacam outros sites a partir do VPS.

Veja abaixo como criar um script simples de monitoramento, muito útil para detectar infecções por malware e outras pragas.

2a ⇒ Crie um arquivo de script no diretório /root mudando as permissões para que somente o root consiga alterar e executar:

touch /root/site-monitor

chmod 700 /root/site-monitor

2b ⇒ Edite o arquivo e cole o seguinte conteúdo, substituindo os textos em vermelho por informações do seu servidor e pelos seus emails:

* Note que configurei o comando find para encontrar arquivos modificados nos últimos 60 minutos pois criaremos uma tarefa agendada para executar a cada hora

* Se nenhuma alteração for encontrada o email não será enviado

* Cole os comandos abaixo no arquivo de script sem alterar espaçamentos ou formatação, isso é importante pois usaremos um bloco de código here docs na configuração

* O site fatorbinario.com abaixo representado está em um caminho definido por padrão em instalações com ISPConfig. Para outros CPs ou sistemas veja qual o caminho definido para o site. (Pode-se ainda usar coringas de shell)

#!/bin/bash
# Monitora o site e verifica os arquivos alterados na ultima hora

SITEMONRESULTS=$(find /var/www/fatorbinario.com/web -type f -mmin -60 -exec ls -ls {} \;)
if [ ! -z "${SITEMONRESULTS}" ];
then
cat <<EOF | /usr/sbin/sendmail -t
To: [email protected]
Subject: Arquivos do site alterados na ultima hora
From: [email protected]

Os seguintes arquivos do site foram alterados:

$SITEMONRESULTS

EOF
fi

continuar lendo..

Gerenciamento de Servidores Cloud com atendimento e consultoria em português. Planos mensais com os melhores preços do mercado.
Envie um email para [email protected] e saiba mais!

*Regarding english support please contact me by email or post a comment using the Disqus system. I do offer monthly support and custom server deploy. Now accepting Paypal and Bitcoin!

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Tabela DNS

Nesta parte do tutorial mostrarei como configurar a zona DNS de um domínio, adicionando os registros necessários para o bom funcionamento. A correta configuração da tabela DNS poderá ser feita seguindo os exemplos abaixo. Darei exemplos de como adicionar as tabelas na Digital Ocean e na CloudFlare.

continuar lendo..

Gerenciamento de Servidores Cloud com atendimento e consultoria em português. Planos mensais com os melhores preços do mercado.
Envie um email para [email protected] e saiba mais!

*Regarding english support please contact me by email or post a comment using the Disqus system. I do offer monthly support and custom server deploy. Now accepting Paypal and Bitcoin!

PolicyD: Limitando o envio de emails pelo Postfix

PolicyD, também conhecido como Cluebringer, é uma ferramenta que permite limitar a quantidade de emails enviados pelo servidor através do Postfix. Neste tutorial mostrarei como instalar a última versão (policyD v2.1) no Linux Debian 7 e configurar o WebUI com NginX para gerenciar as regras.

Veremos também como limitar os emails enviados pelo Roundcube, e no final deste artigo poderemos, opcionalmente, modificar o Postfix para que não permita o envio de email por scripts PHP que não sejam através de contas cadastradas e verificadas (isso aumentará a segurança contra ataques hackers por code injection ou outras vulnerabilidades).

* Procurei documentaçöes durante semanas para conseguir escrever este artigo que ficará como referência, pois essa solução (completa) não existe em qualquer outro tutorial online. Em sites especializados fala-se que a grande falha do Cluebringer é não conseguir limitar o envio pelo Roundcube, vamos ao tutorial e irei provar que isso não é verdade.

Instalando e configurando a última versão do PolicyD para limitar o envio de emails

* Este tutorial foi testado em nosso servidor Debian 7 com ISPConfig 3 e Postfix, clique aqui e veja como instalar.

* Sempre faça backup/snapshot do servidor antes de instalar e configurar pacotes de aplicativos Linux, caso algo de errado aconteça você poderá restaurar o sistema.

Baixe e instale o Cluebringer (PolicyD)

Baixe a versão 2.1.x: Essa versão permite conexões IPv6 além de ter recursos extras. Acesse o console SSH como superusuário root e digite:

* Note que faremos a instalação manual do aplicativo pois essa versão não está disponível no repositório Debian. Note também que instalaremos o WebUI um web panel que facilitará o gerenciamento de regras.

> cd /root

> wget http://download.policyd.org/v2.1.x-201310261831/cluebringer_2.1.x~201310261831_all.deb

> wget http://download.policyd.org/v2.1.x-201310261831/cluebringer-webui_2.1.x~201310261831_all.deb

Desinstale a versão anterior caso tenha instalado: Se você seguiu outros tutoriais antes de encontrar este provavelmente tem a versão “postfix cluebringer” instalada, para removê-la:

> apt-get remove postfix-cluebringer postfix-cluebringer-mysql postfix-cluebringer-webui

Instale o PolicyD: Talvez seja necessário baixar algumas bibliotecas adicionais para suprir dependências dos pacotes, execute os comandos abaixo para resolvê-las e instalar:

> apt-get update
> apt-get install libconfig-inifiles-perl libcache-fastmmap-perl liblist-moreutils-perl

> dpkg -i cluebringer_2.1.x~201310261831_all.deb
> dpkg -i cluebringer-webui_2.1.x~201310261831_all.deb

Crie as tabelas no Banco de Dados: O instalador adicionou alguns arquivos ao sistema, acesse o diretório /usr/share/doc/cluebringer/database/ para configurar o MySQL:

D.1) Acesse o diretório, descompacte alguns dumps necessários e torne o conversor executável:

> cd /usr/share/doc/cluebringer/database/

> gunzip *.gz

> chmod 744 /usr/share/doc/cluebringer/database/convert-tsql

D.2) As instruções para criar as tabelas apresentam problema com InnoDB no MySQL, execute o conversor para corrigir isso (será criado um novo arquivo chamado policyd.sql):

> for i in core.tsql access_control.tsql quotas.tsql amavis.tsql checkhelo.tsql checkspf.tsql greylisting.tsql accounting.tsql; do ./convert-tsql mysql55 $i; done > policyd.sql

D.3) Ainda dentro do diretório database/ acesse o console do MySQL para criar as tabelas:

* Como exemplo criaremos a tabela com o nome policyd e com as credenciais (Usuário: policyd e Senha: y3Wj7r6X2WbZ)

> mysql -u root -p

* Será solicitado a senha admin do MySQL

mysql> CREATE DATABASE policyd;

mysql> CREATE USER 'policyd'@'localhost' IDENTIFIED BY 'y3Wj7r6X2WbZ';

mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON policyd.* TO 'policyd'@'localhost';

mysql> USE policyd;

mysql> \. policyd.sql

mysql> quit

continuar lendo..

Gerenciamento de Servidores Cloud com atendimento e consultoria em português. Planos mensais com os melhores preços do mercado.
Envie um email para [email protected] e saiba mais!

*Regarding english support please contact me by email or post a comment using the Disqus system. I do offer monthly support and custom server deploy. Now accepting Paypal and Bitcoin!

Elastic Email: Conta gratuita permite enviar até 25 mil emails por mês

Em mais esta alternativa de SMTP Relay mostrarei como configurar o Elastic Email que permite o envio de até 25 mil emails mensais, sem limite de envios diários, na conta gratuita. Das empresas que selecionei essa é a que oferece a maior quantidade de envios na versão free.

Uma das grandes vantagens de se usar SMTP Relay externo é a garantia da entrega dos emails na caixa de entrada. Em nossos tutoriais anteriores mostramos como adicionar regras de firewall e tentar garantir que hackers não usem nosso servidor com técnicas de spoofing e backscatter, que “sujam” o IP do VPS adicionando-o em blacklists. Mas mesmo assim, digamos que você tenha uma revenda de hospedagem e um dos seus clientes seja spammer, isso também irá prejudicar o seu IP. Spammers buscam hospedagens que não tenham muito controle nas contas porque as grandes empresas limitam o envio.

Escreverei este tutorial de maneira muito parecida com o anterior e optando por SMTP Relay seletivo, podendo ser usado para somente algumas contas de um domínio ou domínios inteiros.

SMTP Relay com Elastic Email e Postfix

* Este tutorial foi testado em nosso servidor Debian 7 com ISPConfig 3 e Postfix, clique aqui e veja como instalar. Consideraremos que a sua tabela DNS de domínio já esteja configurada e devidamente propagada.

Crie uma conta gratuita no Elastic Email e configure o domínio

Crie uma conta: Clique neste link para cadastrar-se: https://elasticemail.com/account#/create-account

» Email: <– [email protected] (o email que irá gerenciar a conta)

» Confirm Email: <– [email protected] (confirme o email)

» Password: <– digite uma senha e confirme no próximo campo

» Account Type: <– Transactional (Marketing é um tipo de conta para emails de campanha, e Transactional são emails de contato, suporte, etc.. *Você poderá alterar isso a qualquer momento no painel)

» Marque a opção “I have read and agree to the Terms of Use” e clique em “Create“. *Será enviado um email de confirmação para habilitar a conta.

Adicione um domínio: Selecione a opção “Settings” no menu e clique no botão “Adicionar Domínio“. Digite o nome do seu domínio sem o “www” e clique em “Salvar“. Após salvar teremos que verificar o domínio.

Adicione os registros DNS do domínio: Isso é necessário, se não fizermos este passo a conta não enviará emails. Abra sua tabela DNS para editar os registros, na DigitalOcean o link é: https://cloud.digitalocean.com/domains/seudominio.com.br

* Se tiver dúvidas ao adicionar os registros abaixo consulte a documentação oficial do Elastic Email neste link.

* Aprenda como adicionar registros na tabela DNS seguindo este link.

» SPF: Na entrada SPF altere para incluir o servidor do elasticemail (e substitua o IP pelo do seu servidor), exemplo:

"v=spf1 ip4:104.130.85.225 include:_spf.elasticemail.com ~all"

*Um segundo exemplo: Digamos que você já tenha seguido algum tutorial nosso de outro SMTP Relay, pode-se digitar vários "includes" da seguinte maneira (não podemos criar mais do que um registro SPF na tabela, dará erro na verificação do cabeçalho do email):

"v=spf1 ip4:104.130.85.225 include:spf.mandrillapp.com include:_spf.elasticemail.com ~all"

continuar lendo..

Gerenciamento de Servidores Cloud com atendimento e consultoria em português. Planos mensais com os melhores preços do mercado.
Envie um email para [email protected] e saiba mais!

*Regarding english support please contact me by email or post a comment using the Disqus system. I do offer monthly support and custom server deploy. Now accepting Paypal and Bitcoin!