Arquivo da tag: nginx

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Instalação do Site

Neste artigo mostrarei como fazer o deploy (instalação e configuração) do website. Os exemplos serão apresentados para um site WordPress no Linux Debian 8 com painel de controle ISPConfig e servidor web NginX configurados anteriormente, mas pode-se adaptar para qualquer outra situação.

Existem muitas maneiras de se instalar ou migrar um site, mas pelas estatísticas dos leitores que me procuram aqui no Fator Binário somente algumas são as preferidas da galera. Escreverei sobre as que achei mais descomplicadas mesmo para iniciantes (se você tiver outras sugestões e caso queira compartilhar entre em contato ou escreva nos comentários).

Instalação do Site
  • Ao adicionar um espaço de site o ISPConfig por padrão criar um arquivo index.html. Antes de instalar os arquivos de um site novo ou copiá-los de outro servidor delete o arquivo /web/index.html para que o browser não o interprete como a página padrão do site.
Instalação de um novo site

Essa primeira opção é para quem decidir criar um espaço de site novo e iniciar um projeto, ou ainda para operadores avançados que farão a instalação/migração manualmente mas querem saber como adicionar um site ao painel somente.

Para usar o módulo de gerenciamento de sites no ISPConfig acesse: ISPConfig → Sites

1a ⇒ Adicione um novo site: Clique em “Add new website” e preencha conforme abaixo (note que a maioria dos campos não são obrigatórios, e se desejar usar o módulo Clientes sempre escolha para qual cliente o site pertence, mas isso é opcional):

[Aba Domain]

» Domínio: <– fatorbinario.com (substitua pelo seu domínio e NUNCA coloque o prefixo “www” neste campo)

» Auto SubDomínio: <– www. (pode-se ainda optar pelo catch all “*.” aqui mas na maioria dos casos isso é desnecessário. Lembre-se também de criar um registro Tipo A para o www na tabela DNS deste domínio)

» PHP: <– PHP-FPM (na nova versão do ISPConfig note que você DEVE selecionar uma opção neste campo pois ele é nulo por padrão. Caso queira poderá selecionar HHVM que usa o compilador JIT, mas faça isso por sua conta e risco)

[Aba Estatísticas]

» Tipo de Estatística Web: <– None (quando incluimos um novo espaço de site no ISPConfig automaticamente o Webalizer começa a coletar estatísticas, configure para não usar este recurso para o site)

[Aba Opções]

» NginX Directives: (em sites WordPress ou Magento é necessário adicionar diretivas personalizadas para que os permalinks (Links Permanentes com “Nome do Post”) funcionem corretamente). Desligaremos também os logs de acesso ao site pois os arquivos podem ficar muito grandes deixando-o lento:

* Observe que listei abaixo diferentes diretivas para os tipos de sites mais conhecidos, escolha somente a que representa o seu site.

#Desativando os logs para melhorar a performance
access_log off;
log_not_found off;
#Diretivas NginX para WORDPRESS
location / {
    try_files $uri $uri/ /index.php?q=$uri&$args;
} 

#Note
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Servidor de Email

Após a instalação do ISPConfig o Servidor de Email já ficou pronto para uso com o Postfix e o Dovecot. O que precisamos fazer é acertar algumas configurações e aprender a usá-lo.

O Servidor de Emails é um dos serviços mais procurados no Fator Binário e também o mais problemático. Dezenas de pessoas solicitam minha ajuda todos os meses, sendo que a grande maioria destes problemas são causados por configuração errada.

Neste artigo mostrarei como criar contas de email no ISPConfig, instalar o DKIM, desativar o certificado TLS obrigatório na porta 587 e instalar a última versão do Roundcube no NginX.

* Na Digital Ocean a porta 25 (SMTP) está bloqueada por padrão para contas novas. Se quiser enviar emails externamente então será necessário abrir um ticket de suporte com eles e dizer que deseja abrir a porta 25 para envio de emails. O suporte responderá o ticket em alguns minutos solicitando mais informações suas. Envie as informações adicionais que eles liberam a conta para envios. *O processo todo da solicitação até a liberação leva menos de 30 minutos.

Servidor de Emails

* Acesse o terminal SSH como superusuário root para executar os comando de instalação e configuração.

Adicionando caixas de email no ISPConfig

No painel admin do ISPConfig pode-se facilmente criar e gerenciar contas e domínios de email. É possível criar contas novas, redirecionamentos para outras contas ou catch-all, filtros, etc..

Acesse o menu de emails: ISPConfig → Correio

1a ⇒ Crie um domínio de email: ISPConfig → Correio → Domínio → Adicionar novo domínio

Preencha o nome do domínio no terceiro campo e clique em Salvar. Pode-se deixar as demais opções padrão. Lembre-se que “nome do domínio” não deverá ser escrito com o “www”. Exemplo correto: meudominio.com.br

1b ⇒ Crie uma caixa de email para o domínio: ISPConfig → Correio → Caixa de correio → Adicionar nova caixa de correio

Preencha os campos abaixo deixando o restante padrão:

» Nome Real: <– Seu nome

» Correio Alias: <– contato (isso será a sua conta de email, selecione ao lado para qual domínio está criando a caixa)

» Senha: <– Digite uma senha segura e repita no próximo campo

» Clique em Salvar

1c ⇒ Acesse a conta. Quando instalamos o ISPConfig o SquirrelMail foi instalado junto, para acessá-lo digite a URL http://IP_DO_SERVIDOR:8081/squirrelmail. Digite o nome da conta com o domínio e a sua senha cadastrada para a caixa.

• Note que mesmo criando a conta e podendo acessá-la ainda é necessário direcionar o DNS do domínio para o VPS. Enquanto a tabela não estiver propagada não poderemos receber emails externos. Podemos enviar, mas como ainda falta a tabela DNS e os registros DKIM e SPF, dificilmente eles chegarão na caixa de entrada do destinatário. Mais adiante neste tutorial veremos como criar a tabela.

Dica: Após criar uma caixa de email para o domínio acesse no menu esquerdo a opção “Correio Catchall” digitando o domínio e a conta que receberá os emails. Isso fará com que todos os emails enviados para qualquer endereço daquele domínio, e que não tenha caixa, sejam redirecionados para a conta principal.

Configuração do DKIM

O DKIM é necessário para que os emails sejam assinados e certificados pelo servidor, isso ajuda a não serem marcados como SPAM. *A partir do ISPConfig 3.1 essa funcionalidade será incorporada ao painel, mas por enquanto temos que configurá-la manualmente.

Na instalação do ISPConfig pelo script o OpenDKIM já foi baixado, temos apenas que configurá-lo.

2a ⇒ Edite o arquivo /etc/opendkim.conf e adicione as seguintes linhas ao final:

SubDomains           yes
AutoRestart          Yes
AutoRestartRate      10/1h
UMask                002
Syslog               yes
SyslogSuccess        Yes
LogWhy               Yes

Canonicalization     relaxed/simple

ExternalIgnoreList
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Otimizando a Instalação

Após instalar o ISPConfig com a ajuda de um script alguns ajustes são necessários para consertar problemas e otimizar a configuração inicial do servidor.

Nesta parte do tutorial vamos adicionar memória SWAP, opcionalmente desativar os filtros de email e o anti-vírus, ajustar o PureFTPd para o modo passivo, otimizar o PHP e o NginX, alterar o limite de arquivos abertos no MySQL e consertar o bug no Quota.

Otimizando a Instalação do VPS

* Acesse o terminal SSH como superusuário root para executar os comando de instalação e configuração.

Adicione memória SWAP ao sistema

Vamos adicionar memória SWAP, independente da capacidade do servidor que você escolheu, isso deverá assegurar que nenhum serviço irá parar de funcionar após a instalação.

1a ⇒ Verifique se o seu sistema já não tem uma partição SWAP (na Digital Ocean ela não vem configurada mas em alguns hostings sim):

free -m

1b ⇒ Crie uma partição padrão alocando 2Gb de espaço ativando-a em seguida:

fallocate -l 2G /swapfile; chmod 600 /swapfile; mkswap /swapfile; swapon /swapfile

1c ⇒ Edite o arquivo /etc/fstab e adicione a linha abaixo para que quando reiniciar o sistema a partição continue ativa (deixe uma linha em branco no final do arquivo):

/swapfile   none    swap    sw    0   0

1d ⇒ Confirme se a partição foi criada corretamente e se o fstab aceitou a linha que você adicionou:

ls -lh /swapfile

mount -a

free -m

* Para uma melhor explicação dos comandos acima consulte este link
Opcional: Desative o Clamav Anti-Vírus

Se você pretende manter um servidor de emails com muitas contas no VPS e verificar se há vírus, e se o servidor tem uma capacidade maior que 1Gb de RAM então será melhor manter o ClamavPorém, se o principal objetivo é manter os sites dos clientes num VPS de baixo custo como o de $5 dólares então a recomendação é desativá-lo  para economizar recursos.

2a ⇒ Edite o arquivo /etc/amavis/conf.d/50-user e comente as linhas 11, 12, 14 e 15 (colocando o símbolo de # no início):

continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Tutorial Debian 8 x64 com ISPConfig e NginX: Índice

Tutorial de instalação e configuração em um VPS com Linux Debian 8 (Jessie) x64, painel de controle ISPConfig 3 e Servidor de Emails com Roundcube e NginX.

Nestes últimos meses configurei pessoalmente algumas centenas de servidores com Debian continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Configurando o RoundCube como Webmail no VPS

Aprenda como configurar o RoundCube Webmail em Português BR num Virtual Private Server (VPS), habilitando a opção de alterar a senha diretamente no aplicativo.

Em nosso tutorial Linux Debian 7 + ISPConfig instalamos vários serviços e aplicativos para fazer o servidor rodar de forma estável e com segurança, incluindo um Servidor de Email. Porém instalamos por padrão o Squirrelmail, que é um dos aplicativos para webmail mais antigos do Linux, mas que deixa a desejar em alguns aspectos, principalmente na aparência.

Com a ajuda do Marcílio Quintino do site Sovina Online fizemos alguns testes e adaptamos um tutorial de como instalar e configurar o RoundCube usando o NginX como servidor web. *A instalação faz parte do tutorial Debian 7 e ISPConfig 3, que são requisitos básicos.

Instalando e Configurando o RoundCube WebMail:

Antes de baixar e instalar os pacotes do RoundCube vamos criar um usuário remoto para a API dele no ISPConfig, assim os usuários das caixas de email poderão alterar suas senhas pela ferramenta. *Opcional: Aprenda como limitar um cliente somente ao módulo Email no ISPConfig acessando este link.

Criando um usuário remoto no ISPConfig:

Acesse o menu do ISPConfig e clique nas opções:

Sistema → User Management → Usuários Remotos → Adicionar Novo Usuário

Em nome de usuário digite roundcube e em seguida digite uma senha forte (ou gere uma clicando em generate password)

Na lista de opções marque as seguintes (escrevi a ordem em que aparecem entre parênteses):

» Server functions (1)
» Funções de Cliente (3)
» Funções de usuário de correio (8)
» Funções de aliases de correio (9)
» Funções de
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

NginX: Otimizando o Desempenho

Aprenda como otimizar o servidor web NginX para um melhor desempenho, e ainda solucione problemas comuns de gateway como 502 e 504.

Nossos tutoriais apresentam soluções de baixo custo para hospedagens de site. Por exemplo, podemos hospedar mais de um domínio no mesmo VPS de 5 dólares/mês usando WordPress como CMS em todos os sites.

Publicamos recentemente um outro tutorial mostrando como adicionar memória Swap ao sistema, o que ajuda a prevenir desligamentos de serviços essenciais por falta de RAM como por exemplo o Banco de Dados MySQL, assim o NginX poderá servir as páginas sem erros de conexão aos dados.

Mas o NginX, mesmo sendo leve e rápido, poderá ter outros problemas se houverem muitos acessos simultâneos em um servidor de baixo custo. Um problema ocasional é quando tentamos fazer uma nova publicação de artigo e, após uma longa pausa, o WordPress apresenta erros de Gateway (502 Bad Gateway or 504 Gateway Timeout), o mesmo problema pode ocorrer se estivermos fazendo a publicação e várias pessoas estarem acessando o site naquele instante.

Para solucionar isso precisamos “tunar” o servidor web.

Otimizando o NginX para desempenho:

1.Edite o arquivo /etc/php5/fpm/php.ini e altere a linha 375 desta maneira:

max_execution_time = 180

2.Edite o arquivo /etc/php5/fpm/pool.d/www.conf e altere a linha 318:

request_terminate_timeout = 180

3.Agora, antes de editarmos o arquivo nginx.conf para modificações, verifique alguns parâmetros necessários:

Digite o seguinte comando para descobrir quantos processadores o seu VPS tem:

> grep processor /proc/cpuinfo | wc -l

Em seguida digite o comando para saber o limite de quantas conexões por segundo o NginX conseguirá suportar:

ulimit -n

* Em um Droplet de $ 5 dólares/mês os valores serão 1 core e 1024 conexões.

4.Edite o arquivo /etc/nginx/nginx.conf e altere conforme mostrado abaixo:

Na linha 2 altere o valor para o número de processadores que o comando mostrou (Na última atualização está como “auto“, pode-se deixar assim):

worker_processes auto;

Na linha 4 altere para o número limite de conexões:

worker_connections 1024;

Descomente as linhas entre a linha 47 até a 55 para habilitar a compressão de arquivos pelo GZip, com esta função habilitada as páginas utilizarão até 50% menos banda ao serem requisitadas:

gzip on;
gzip_disable "msie6";
gzip_vary
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Tutorial VPS: Debian Wheezy e ISPConfig 3 – Parte 2

Prosseguiremos nosso Tutorial VPS da DigitalOcean com Debian 7 e ISPConfig instalando o painel de controle.

Preparando o servidor para a instalação:

* Na Parte 1 instalamos o Debian e configuramos a Zona DNS, mas antes de baixar e instalar o ISPConfig será necessário executar os seguintes passos para uma instalação sem problemas:

1.Acesse o sistema via SSH (para facilitar abra o explorador de arquivos pelo WinSCP conforme apresentamos neste tutorial).

2.Edite o arquivo /etc/apt/sources.list e adicione non-free ao final das 2 linhas (isso irá prevenir erros na instalação). Salve o arquivo após editar.

deb http://mirrors.digitalocean.com/debian wheezy main non-free
deb http://security.debian.org/ wheezy/updates main non-free

3.Abra o terminal de comandos no shell SSH (se você está seguindo nossas dicas tecle CTRL + P no WinSCP). *Note que neste tutorial não usaremos o comando “sudo” para os ações no terminal, executaremos as configurações principais sempre como “root“.

4.Execute os seguintes comandos para atualizar a lista de pacotes do Debian:

> apt-get update
> apt-get upgrade

* * Será exibida uma mensagem: “After this operation, xxx kB of additional disk space will be used. Do you want to continue? [Y/n]”. *A partir de agora sempre que houver a pergunta sobre usar espaço em disco adicional tecle ENTER.

5.Por padrão o Debian usa o shell de comando Dash, mas o ISPConfig recomenda o Bash para evitar problemas na instalação. Vamos trocar o shell com o comando:

> dpkg-reconfigure dash

* * Na tela exibida selecione <No> com as setas do teclado, em seguida tecle ENTER.  Após isso note que o link simbólico /bin/sh aponta para bash.

6.E por último vamos instalar o sincronizador do relógio do sistema e acertar o Fuso Horário:

> 
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Tutorial VPS: Debian Wheezy e ISPConfig 3 – Parte 1

Aprenda como instalar e gerenciar um servidor VPS na DigitalOcean usando Linux Debian 7.0 “Wheezy” e painel de controle ISPConfig 3 em Português BR.

Em nosso tutorial anterior “ continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!

Configurando um VPS para hospedagem de site – Parte 11: Multisite II

Na Parte 10 deste tutorial mostramos como instalar múltiplos sites direcionando domínios e subdomínios diferentes para o mesmo servidor VPS.

Vamos dar continuidade e alterar o WordPress para um modo avançado e usar uma Rede de Sites (o WordPress permite o gerenciamento de vários sites através do seu painel administrativo, facilitando atualizações e instalações de plugins).

* Esse tipo de instalação é opcional, eu mesmo prefiro não usar, pois muitos plugins gratuitos só aceitam configurar Multisite no WordPress após adquirirmos a versão paga.

Arquivos de configuração Nginx:

Antes de fazer a alteração para o Multisite no WordPress vamos preparar alguns arquivos modelo do Nginx para não precisarmos redigitar as configurações em cada server block. *O Nginx permite inserir outros arquivos de configuração dentro de um server block usando o comando “include“:

Criaremos 3 arquivos que serão reutilizados em todas as instalações WordPress dentro do sub-diretório “global”:

  • common.conf” (Configurações aplicáveis a todos os sites)
  • wordpress.conf” (Configurações para sites WordPress)
  • multisite.conf” (Configurações para Multisite com subdiretórios do WordPress)
  • Mas antes vamos criar o sub-diretório “global” dentro do diretório de configuração do Nginx, digite o comando: “sudo mkdir -p /etc/nginx/global

1.Conteúdo de common.conf, edite o arquivo com o comando “sudo nano /etc/nginx/global/common.conf” (para facilitar você pode criar o arquivo com este comando e salvar o arquivo, em seguida abrir com o Notepad++ via WinSCP e copiar/colar o conteúdo abaixo):

# Arquivo de configuracao comum a qualquer site
listen 80;
index index.php index.html index.htm;
# Nao guardar log de favicon
location = /favicon.ico {
    log_not_found off;
    access_log off;
}
# Localizacao de robots.txt
location
continuar lendo..

Gerenciamento em infraestrutura de Servidores Cloud VPS e Dedicados. Planos mensais acessíveis e consultoria diferenciada para agências de marketing. Envie um email para contato@fatorbinario.com e solicite uma análise gratuita!