Configurando um VPS para hospedagem de site – Parte 9: WordPress

Agora já podemos instalar o WordPress, uma ferramenta responsável por aproximadamente 90 milhões de sites atualmente.

* Se durante a configuração de plugins, após a instalação, der algum erro, pode ser problema de permissão de acesso. Deixe um comentário abaixo que poderemos dar dicas de como solucionar.

* Não haverá necessidade de usar plugins de cache (como Super Cache e W3 Total Cache) com essa configuração, portanto não mostraremos neste tutorial como implementar. Em algumas semanas publicaremos um tutorial sobre Wordpress, detalhando as configurações e uso adequado de plugins.

Instalar o WordPress  em Português_BR:

1.Criar uma tabela no banco  de dados para o WordPress, digite o seguinte comando para acessar o console do MySQL:

  • sudo mysql -u root -p” (Note que para acessar solicitará a senha do seu usuário operador por causa do comando sudo e uma segunda senha, que é a senha master do MySQL)

Dentro do console MySQL digite (sempre com ponto e vírgula no final da linha):

  •  CREATE DATABASE wrdp_site1; (“wrdp_site1” pode ser substituído por um nome de sua escolha e que ainda não exista na base de dados)
  • CREATE USER [email protected] IDENTIFIED BY ‘senha1234’; (substituir “nomedeusuario” por um nome de sua escolha. Substitua senha1234 por uma senha que será usada pelo WordPress, porém note que deverá estar entre aspas simples)
  • GRANT ALL PRIVILEGES ON wrdp_site1.* TO [email protected] IDENTIFIED BY ‘senha1234’; (Novamente substitua “wrdp_site1”, “nomedeusuario” e “‘senha1234′” – deixando as aspas simples da senha)
  • FLUSH PRIVILEGES; (Recarrega as novas permissões)
  • quit (sem ponto e vírgula, para sair do MySQL)

 

2.Baixar e instalar o WordPress:

  •  “cd ~” (Muda para o diretório home do nosso usuário operador. Se quiser saber em que diretório está digite “pwd“)
  • wget http://br.wordpress.org/latest-pt_BR.tar.gz” (Para baixar o WordPress em Português do Brasil)
  • tar xzvf latest-pt_BR.tar.gz” (Descompacta o arquivo)

* Atenção: se der erro na descompactação façam o download da penúltima versão substituindo “latest-pt_BR.tar.gz” por “wordpress-4.2.1-pt_BR.tar.gz

  • sudo apt-get install php5-gd libssh2-php php5-curl” (Instala algumas bibliotecas PHP que serão úteis para o WordPress. Tecle ENTER na pergunta e aguarde finalizar o processo)
  • cd ~/wordpress
  • cp wp-config-sample.php wp-config.php” (Cria o arquivo de configuração do WordPress a partir de um exemplo)
  • sudo nano wp-config.php” (Pode-se abrir este arquivo no Notepad++ para facilitar a edição. Dentro do arquivo modifique as seguintes linhas em vermelho, deixando as aspas simples):
> define('DB_NAME', 'wrdp_site1'); (substitua 'wrdp_site1' pelo nome de sua tabela criada no MySQL acima)
> define('DB_USER', 'nomedeusuario'); (substitua 'nomedeusuario' pelo seu nome de usuário configurado na tabela do MySQL acima)
> define('DB_PASSWORD', 'senha1234'); (Troque 'senha 1234' pela sua senha da tabela)
> define('FS_METHOD', 'direct'); (Acrescente esta linha no final do arquivo para não solicitar login FTP quando instalar plugins no WordPress)
  • sudo mkdir -p /var/www/html” (Cria o diretório onde será instalado o WordPress)
  • sudo rsync -avP ~/wordpress/ /var/www/html/” (Este comando irá assegurar que as permissões não serão modificadas quando copiar os arquivos para o diretório de instalação)

Se não quiser ter dores de cabeça com permissões para instalar plugins e fazer upload de mídia execute os comandos abaixo:

  • cd /var/www/html/
  • sudo mkdir /var/www/html/wp-content/uploads” (Cria o diretório onde ficarão armazenados os arquivos de mídia do WordPress)
  • sudo mkdir /var/www/html/wp-content/cache” (Cria o diretório de cache temporário)
  • sudo chown -R usuariooperador:www-data /var/www/html” (Substituindo usuariooperador por seu nome de usuário, o mesmo que você está usando pra digitar estes comandos).
  • sudo chmod -R g+w /var/www/html
  • sudo find /var/www/html -type d -exec chmod g+s {} +” (Execute este comando com o sinal de “mais” no final)

 

3.Criar e modificar o Server Block do Nginx direcionando para nossa instalação.

  • sudo cp /etc/nginx/sites-available/default /etc/nginx/sites-available/wordpress” (criar um novo bloco de configuração para o WordPress a partir do bloco padrão configurado anteriormente)
  • sudo nano /etc/nginx/sites-available/wordpress” (ou editar o arquivo no Notepad++). A partir da linha 20 vamos alterar para que fique assim: (ignore as aspas duplas e observe o ponto e vírgula no final de cada linha)

> Na linha 24: Substitua “root /usr/share/nginx/html;” por “root /var/www/html;

> Na linha 25: Certifique-se que tenha “index.php”, desta maneira “index index.php index.html index.htm;”

> Na linha 28: Coloque o seu nome de domínio. Exemplo: “server_name www.fatorbinario.com;

> Na linha 33 dentro da seção “location /”: Substitua “try_files $uri $uri/ =404;” por “try_files $uri $uri/ /index.php?q=$uri&$args;” (Isso é importante para o WordPress funcionar corretamente.)

  • sudo ln -s /etc/nginx/sites-available/wordpress /etc/nginx/sites-enabled/” (Este comando criará um link simbólico da configuração para habilitar o site)
  • sudo rm /etc/nginx/sites-enabled/default” (E por último, é necessário deletar o link simbólico do servidor padrão Nginx. Note que só deletamos o link, o arquivo real continua existindo em “sites-available” para futura referência)

* Como você deve ter entendido, o Nginx somente habilita os blocos de sites que têm um link dentro de “sites-enable“.


 

4.Reiniciar o Nginx e o PHP. Se você tentar acessar o seu domínio pelo navegador neste momento, notará que ainda aparece a mensagem de boas-vindas do Nginx. Digite os 2 comandos abaixo e recarregue a página para abrir seu WordPress e finalizar a instalação.

  • sudo service nginx restart
  • sudo service php5-fpm restart

 

5.Acessar o painel admin do WordPress e finalizar a instalação. Em seu navegador digite: http://seu_dominio.com (seu nome de domínio ou o IP do servidor, mesmo instalando o WordPress com o número IP pode-se alterar em “Configurações Gerais” no painel do WordPress 4 quando quiser alterar).

  • Coloque o título do site, exemplo: Fator Binário
  • Nome de usuário, será o nome do usuário admin do WordPress, exemplo: wpsuperadmin
  • Senha, digite e confirme, exemplo: senhaadmin1234 (LOL. Não use essa!! )
  • Endereço de email: ATENÇÃO! Falamos anteriormente que a DigitalOcean não libera por padrão a porta 25 para envio de emails. Se você optou por não abrir o ticket de suporte e liberar a porta, insira o email que criamos para a conta interna do servidor, “[email protected]”, e então acesse o servidor via POP para coletar a mensagem do WordPress.

* Pronto. Divirta-se com o seu WordPress 4 em Português do Brasil configurado no Linux Ubuntu Utopic Unicorn com Nginx em um VPS Cloud SSD por apenas U$ 5 mensais.


 Configurando um VPS para hospedagem de site – Parte 9: WordPress
Tutorial VPS Básico Ubuntu 〉〉 ÍNDICE ANT PROX

©2014-2018 Fator Binário - Todos os direitos reservados

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account