Instalando o WordPress em um VPS Ubuntu com o ServerPilot

Neste tutorial vamos mostrar como é fácil gerenciar um servidor VPS usando o painel de controle ServerPilot, um gerenciador gratuito e de fácil integração com os Droplets da DigitalOcean.

Quando eu pesquisei alternativas para instalar um servidor com painel de controle testei várias possibilidades e decidi pelo ISPConfig 3 que tem suporte a módulos de revenda/cliente exigindo pouco dos recursos do servidor, além de ser multi-servidor e ter uma documentação completa e abrangente, entre outras várias características. Durante a pesquisei optei somente pelas ferramentas gratuitas e na época ignorei o ServerPilot por ser muito básico na opção gratuita e muito caro na opção Business ($49 por mês, isso custa mais do que o cPanel).

Na semana passada um leitor aqui do Fator Binário, o Alexandre (muito obrigado pela dica), me contactou falando sobre a possibilidade de escrever sobre o ServerPilot, que decidi testar. Como de costume, vou escrever sobre a configuração mas também darei minha opinião e falarei sobre em quais casos o painel deverá ser usado, pois o objetivo principal do Fator Binário é citar alternativas para opções digitais.

Criando um Droplet na Digital Ocean e uma conta gratuita Server Pilot para gerenciar o VPS

1 Acesse a sua conta da DigitalOcean e crie um Droplet:

A *Se você ainda não é cliente da DigitalOcean clique neste link para se cadastrar e ganhe um bônus de $10 dólares em sua conta,

Crie um novo Droplet. O ServerPilot somente poderá ser configurado em uma nova instalação de sistema (que ainda não existem aplicativos). Crie o Droplet conforme abaixo:

» Droplet Hostname: <– pilot.fatorbinario.com (substitua fatorbinario.com pelo seu domínio, e sempre use um nome FQDN. “pilot” é só um exemplo para este Droplet)

» Select Size: <– $5 (O ServerPilot exige que o sistema seja um Linux Ubuntu x64. Um VPS de $5 é suficiente para rodar sites WordPress que tenham acessos moderados, até uns 3000 hits diários).

» Select Region: <– New York 3 (Se você já seguiu algum dos meus tutoriais notará que eu sempre indico esse datacenter. Nesta semana, conversando com a DigitalOcean, eles me falaram que já podem acionar o backup em Droplets já configurados, mas somente em algumas regiões. NYC3 está incluída)

» Available Settings: <– Não precisa marcar nada.

» Select Image: <– Ubuntu 15.04 x64 (O sistema tem que ser Ubuntu x64 como mencionado acima)

Clique no botão verde ao final da tela “Create Droplet“. A senha do usuário root será enviada ao seu email da DigitalOcean. No primeiro acesso SSH o sistema irá solicitar que a senha seja trocada. Você deverá digitar a senha enviada pelo email 2 vezes e em seguida digitar a nova senha também 2 vezes. Para saber como acessar um servidor remoto via SSH clique neste link e aprenda como fazer isso, pois iremos acessar o terminal para instalar o script do ServerPilot mais tarde.

2 Acesse a sua conta no ServerPilot para conectar o painel ao Droplet:

A *Se você ainda não tem uma conta no ServerPilot clique neste link para se cadastrar e ganhe um bônus de $10 dólares em sua conta,

B Clique em “Servers” e no botão “Connect Server“.

» Server Name: <– pilot.fatorbinario.com (digte o mesmo nome que você usou para criar o Droplet)

» Choose a password for SSH: <– digite uma senha segura (essa será a senha do usuário operador do painel. * O nome do usuário é pré-definido e será: serverpilot)

C Clique no botão “Start“. Aparecerá um resumo da ação mostrando o que será instalado após rodarmos o script no servidor. *Além do NginX, Apache, PHP, MySQL e Postfix o script irá configurar um Firewall bem restrito no VPS e adicionará 512Mb de memória Swap.

D Conecte-se ao Droplet pelo terminal SSH usando as credenciais do usuário root que configuramos no final do passo 1B. Para saber como acessar o servidor via SSH siga este link.

E Copie as 5 linhas de código mostradas no meio da tela do ServerPilot e cole no terminal de comandos do SSH. A instalação será rápida e deixará o servidor pronto para ser gerenciado pelo ServerPilot. Após a instalação finalizar você notará que a tela do ServerPilot mostrará uma mensagem dizendo que você já pode instalar seu primeiro aplicativo.

3 Adicionando um Aplicativo ao site:

A Para instalar um site WordPress no servidor você pode clicar em “Apps” no menu principal do ServerPilot e em seguida no botão “Create App“.

» App Name: <– wordpress (digite um nome qualquer aqui, poderia ser wordpress01 por exemplo)

» Domain Name: <– fatorbinario.com (substitua pelo seu domínio, este será o endereço do seu site. Por exemplo, para subdomínios poderia-se usar forum.fatorbinario.com)

» Runtime: <– PHP 5.6 (escolha a última versão do PHP ou outra de sua escolha, se for o caso de compatibilidade)

» Server: <– Escolha em qual Droplet instalar (Na versão gratuita do ServerPilot é possível gerenciar múltiplos Droplets/Domínios)

» System User: <– serverpilot (Note que na versão gratuita não é possível mudar o nome do usuário operador e nem criar um novo)

B Clique em “Create App“. Uma tela será exibida com os detalhes da instalação e o diretório que será usado como repositório para o website. A tela mostra também o seu domínio. O diretório já está disponível no Droplet aguardando os arquivos do site serem copiados, mas antes disso vamos adicionar um banco de dados para o WordPress.

C Ainda na tela do aplicativo criado, clique em “Databases” e preencha conforme abaixo:

» Name: <– wordpress (este será  o nome da tabela do WordPress para essa instalação)

» Username: <– nome de usuário para esta tabela (note que o painel escolhe automaticamente um usuário e uma senha para você)

» Password: <– senha para a tabela

D Baixe o WordPress. Acesse o site http://br.wordpress.org/ e clique na botão de download da última versão disponível no site. Pode baixar para o seu desktop.

E Acesse o servidor com as credenciais do usuário operador “serverpilot” pelo WinSCP ou qualquer outra ferramenta FTP/SFTP. Em seguida descompacte o WordPress que você baixou e copie o conteúdo da pasta “wordpress” para o servidor no diretório “apps/wordpress/public” (ou se você escolheu outro diretório no passo 3A).

F Agora acesse o seu domínio pelo navegador e termine de instalar o WordPress. O nome da tabela, usuário, senha do banco de dados serão solicitados. Na próxima tela você deverá digitar também o nome do usuário e a senha para o admin do WordPress.

Instalação opcional: phpMyAdmin

O ServerPilot permite instalar vários aplicativos no servidor, dois exemplos muito usados são o Magento e o phpMyAdmin. Mostrarei abaixo como instalar o gerenciador de banco de dados.

1 Baixe e copie os arquivos do phpMyAdmin para o diretório do site:

A Acesse a página de download: http://www.phpmyadmin.net/home_page/downloads.php e baixe para o desktop a última versão com extensão “.tar.gz” disponível. Descompacte e renomeie a pasta com o nome da versão para somente “phpmyadmin” (tudo minúsculo).

B Dentro dessa pasta renomeie o arquivo “config.sample.inc.php” para “config.inc.php”. Em seguida edite o arquivo com o bloco de notas ou Notepad++.

C Na linha 17 altere o valor da configuração colocando uma string aleatória de pelo menos 20 caracteres conforme o exemplo abaixo (coloque a string dentro das aspas simples):

$cfg['blowfish_secret'] = 'asdof7q230984ef23q4g'; /* YOU MUST FILL IN THIS FOR COOKIE AUTH! */

D Acesse o servidor com as credenciais do usuário operador “serverpilot” pelo WinSCP ou qualquer outra ferramenta FTP/SFTP. Em seguida arraste a pasta toda do “phpmyadmin” do seu desktop para dentro do diretório do site “apps/wordpress/public” (ou se você escolheu outro diretório no passo 3A).

* Você poderá fazer login no phpMyAdmin com o usuário e senha criados para a tabela do WordPress no passo 3C.

NOTAS:

  • O ServerPilot está sendo reconhecido como uma ferramenta segura e de fácil manuseio para gerenciar sites sem que o usuário necessite de conhecimentos técnicos.
  • O Firewall é bem seguro pois somente habilita as portas de entrada 22, 68, 80 e 443.
  • Mesmo acessando o Droplet configurado como root não é possível configurar um servidor de emails manualmente, o ServerPilot não instala servidor de email (veja o novo tutorial como configurar o ZohoMail, um serviço externo de emails corporativos).
  • É possivel enviar emails do servidor desde que você habilite a porta 25 na sua conta da DigitalOcean.
  • O servidor será configurado com o NginX como proxy reverso para o Apache, então é possível configurar diretivas no .htaccess do Apache.
  • Não é possível escalonar o Droplet (resize) após ter sido configurado no ServerPilot. Também não é possível deletá-lo no painel do ServerPilot e tentar reinstalar. Neste caso a solução é destruir o Droplet e recomeçar.
  • Em minha opinião, mesmo na versão Business, ServerPilot deixa de oferecer opções básicas e essenciais à qualquer VPS, como a possibilidade de instalar um servidor de emails (veja o novo tutorial sobre Zoho Mail como solução), não sendo indicado para médias e grandes empresas. Mas é de grande ajuda para usuários leigos instalarem um site em apenas alguns minutos. Para quem quiser escapar das empresas de hospedagem e não tem conhecimento técnico para instalar um servidor manualmente ou com um painel que ofereça mais possibilidades como o ISPConfig 3, essa é uma grande opção.

» VEJA TAMBÉM:

©2014-2018 Fator Binário - Todos os direitos reservados

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account